12 Comments

  1. 1

    Rosangel

    Me enquadro em todos o intens!!!

    Reply
    1. 1.1

      Dannna Lopes

      Informe: Primeiro procure um psicólogo para que possa passar por avaliação psicodiagnóstica, sendo que o mesmo está habilitado a usar instrumentos de testagem psicológica e com isso fazer um *periciamento adequado e um laudo completo (solicite-o). Após as 2 ou 3 primeiras sessões, feito isto ele encaminhará o cliente para o médico psiquiatra para que se assim for necessário realizar a medicação adequada. Este procedimento diz respeito a atendimento primário, onde se objetiva a ´prevenção na rede de saúde mental. No Brasil infelizmente tudo é terciário, ou seja, na rede de saúde mental, as pessoas já chegam aos profissionais das 2 áreas, com quadro do transtorno muitas vezes avançado já e com prejuízos em várias esferas da vida, sendo que olhar observador deveria ser dado precocemente nos atendimentos clínicos, escolas, hospitais, etc, etc. Isto é procedimento básico em países de primeiro mundo.

      Reply
  2. 2

    Ilma Franco

    Eu tenho vários desses sintomas não tenho ânimo para fazer coisas alguma não tenho muito apetite para comer muito inritata não tenho paciência com nada muito cansada não gosto de muitas​pessoas ao meu redor muita conversa e agitação perto de mim fico estressada e nervosa prefiro ficar mais insolado do que do ficar com várias pessoas sinto muita dor no peito como se tivesse um punhal cravado em mim q dói o tempo todo muita angustiada sempre triste como se eu estivesse sozinha no ou melhor um mundo só meu não gosto de muitas amizades prefiro ficar mais sozinha sinto como se tivesse um coração machucado uma dor q não passa nunca já pensei tantas coisas orriveis não consigo dormir como uma pessoa normal isso muito ruim é isso tudo q falei está está acontecendo comigo já algum tempo e nunca falei pra ninguém essa é minha história da minha vida..

    Reply
      1. 2.1.1

        Silas

        Ilma, bom dia! Se vc reconhece que precisa de ajuda deu um grande passo. Sei que um psicólogo ou um psiquiatra não trabalham de graça. E às vezes estamos sem condições financeiras pra isso. Se este forno teu caso, procure o CRAS de tua região. Se nao houver, procure uma igreja Católica ou batista. Peça pra conversar com o padre ou o pastor. São pessoas preparadas pra ajudar!
        Não aceite ficar nessa situação. Se quiser conversar mais, envie-me um e-mail silasandrade@hotmail.com
        Esteja em paz.

        Reply
    1. 2.2

      célia

      Nossa Ilma,procure um psicólogo,não fique sozinha nessa não,as vezes me sinto assim tbm,e se a gente não tentar se ajudar,a coisa vai piorando,ja passei por uma síndrome do pânico,fiquei bastante tempo tomando remédio e só consegui sair dessa qdo determinei que isso ia acabar,as vezes me sinto igual vc,mas tento me apegar as coisa que me alegram.E assim vou levando,mas não fica sozinha nessa não,eu passava com um psicólogo e me sentia melhor.Melhoras pra vc…..

      Reply
    2. 2.3

      Elaine

      Procure ajuda especializada, não espere mais… procure um psicólogo e um psiquiatra. O psicólogo vai ajuda-la muito neste acompanhamento e o psiquiatra, vai tratar da bioquimica do teu cerebro ou mesmo diagnosticar se não há alguma interferencia organica no seu estado de humor como por exemplo problemas na tireóide. E antes de td tb procure ajuda entre amigos e familiares, alguem que confie e jamais tenha vergonha de sentir como se sente. Boa sorte. abs

      Reply
    3. 2.4

      Rosi

      Sinto tudo isso que vc postou ai …..
      As vezes parece que minha garganta está com um nó e só passa Quando eu me lembro de todo o que sofri no passado porque eu choro muito e essa Sensação passa. ….
      Não tenho paciência com minhas filhas, meu esposo e meus cachorros …. quero ficar só, mas quando estou SÓ me sinto abandonada por todos …. não tenho forças para buscar ajUda, só de pensar ja fico cansada …. e assim a vida vai indo desse jeito todos os dias …. um dia estOu bem, no outro Já preciso descontar mEu estresse em alguém pAra me Sentir mais aliviada e esse alguém são as pessoas que eu mais amo pois Convive comigo marido, filhas e cachorros 😢

      Reply
    4. 2.5

      Rosi

      Ilma, Sinto tudo isso que vc postou ai …..
      As vezes parece que minha garganta está com um nó e só passa Quando eu me lembro de todo o que sofri no passado porque eu choro muito e essa Sensação passa. ….
      Não tenho paciência com minhas filhas, meu esposo e meus cachorros …. quero ficar só, mas quando estou SÓ me sinto abandonada por todos …. não tenho forças para buscar ajUda, só de pensar ja fico cansada …. e assim a vida vai indo desse jeito todos os dias …. um dia estOu bem, no outro Já preciso descontar mEu estresse em alguém pAra me Sentir mais aliviada e esse alguém são as pessoas que eu mais amo pois Convive comigo marido, filhas e cachorros 😢

      Reply
  3. 3

    Sergio

    Ilma,

    Va a um médico, esqueça padres, pastores e etc . São todos uns charlatoes, mentirosos e aproveitadores.
    Vá a um médico, isso sim é um bom conselho.

    Reply
    1. 3.1

      Dannna Lopes

      Só corrigindo: Os ´profissionais de psicologia e psiquiatria devem ser priorizados, para saber adequadamente com o que se está lidando, também para promover a educação literária sobre os diversos temas dos transtornos existentes. 0 cliente deverá aproximar-se de seus líderes espirituais, para obtenção de apoio nesta esfera social.

      Reply
  4. 4

    Dannna Lopes

    Informe: Primeiro procure um psicólogo para que possa passar por avaliação psicodiagnóstica, sendo que o mesmo está habilitado a usar instrumentos de testagem psicológica e com isso fazer um *periciamento adequado e um laudo completo (solicite-o). Após as 2 ou 3 primeiras sessões, feito isto ele encaminhará o cliente para o médico psiquiatra para que se assim for necessário realizar a medicação adequada. Este procedimento diz respeito a atendimento primário, onde se objetiva a ´prevenção na rede de saúde mental. No Brasil infelizmente tudo é terciário, ou seja, na rede de saúde mental, as pessoas já chegam aos profissionais das 2 áreas, com quadro do transtorno muitas vezes avançado já e com prejuízos em várias esferas da vida, sendo que olhar observador deveria ser dado precocemente nos atendimentos clínicos, escolas, hospitais, etc, etc. Isto é procedimento básico em países de primeiro mundo.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.