6 Comments

  1. 1

    Anônima

    Como fruto de uma família que educou as filhas dentro da criação-helicoptero, posso dizer o quanto sofri e ainda sofro… =/

    Reply
  2. 2

    Cipriano Correia.

    Há mães, ou pais, que não têm perdão pelo dano que acabaram por infringir ao cônjuge e aos próprios filhos com a sua atitude ridícula interminável. O divórcio seria a solução se resolvesse algo e mudasse atitudes. Temo que não. Iriam pedir ou até roubar para que nada faltasse aos seus rebentos.

    Reply
  3. 3

    Caroline

    Se vc não estiver presente, ele não vai prestar; se estiver,ele não vai prestar…
    Na verdade, ele só não vai prestar se não prestar mesmo!
    Amo o meu filho, cuido, protejo, mimo com carinho e com o que está ao meu alcance material.
    Invisto nele, ensino valores, procuro dar bons exemplos…
    Acho que a vida em si já reserva dificuldades demais pra nem eu ser um bálsamo!

    Reply
  4. 4

    Vanderlei

    Nossa, Caroline, nem te conheço mas sou seu fã.

    Concordo com cada palavra. Crio minha filha dentro desses mesmos preceitos.

    Reply
  5. 5

    anonimo

    interessante! mas que saco ler este texto escrito com “pais-helicópteros” a cada linha!

    Reply
  6. 6

    paulo

    Neste momento já existem os avós-helicoptero!!

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.