2 Comments

  1. 1

    Luzia

    Acho incrível o poder de distorção que as pessoas possuem, parecem se sentirem superiores ao exalarem críticas nas redes sociais. Sou descendente de negro, com muito orgulho, sei o quanto esse povo foi (passado será?) sofrido e mal tratado. Mas vejo que a representação de um filho branco em negro, nos reporta a história desse povo que jamais será esquecida, deve ser sim, esclarecida entre as novas gerações. Porque esconder o sofrimento do passado?

    Vejo o ato desta mãe como uma volta ao passado, até para as próprias crianças terem uma ideia de o quanto era sofrida aquela época.

    O racismo existe ainda, infelizmente….mas muito está também na cabeça de quem recebe a mensagem, como se devêssemos estar sempre na defensiva. Assim começam as perseguições, sejam raciais, por homossexuais, etc.

    Reply
  2. 2

    Wilson

    Sra. ou Srta. LUIZA.
    Nem sei como conceituar esse teu comentário infeliz,…
    Pois, se em algum momento essa mãe tentou homenagear alguém ou alguma coisa, então ela fez merda, e ainda, não sei onde ela estudou mais todos os livros de História que eu conheço citam a escravidão e os maus tratos sofridos pelos negros aqui no Brasil. Nossos historiadores nunca tentaram esconder esse passado sombrio do nosso país e o estudo teórico desse fato é suficiente para o entendimento de nossas crianças….
    O problema disso tudo não foi a representação, e sim , os comentários postados pela própria mãe e originado de uma família de classe MÉDIA ALTA, que supostamente tem estudo e entendimento, ( ou ao menos deveriam ter?)
    E mais uma coisa!?
    Pra você é melhor manter viva a DOR, o SOFRIMENTO, os MAUS TRATOS E AS CHAGAS DO PASSADO?…
    Você escreveu em seu comentário:
    …” PORQUE ESCONDER O SOFRIMENTO DO PASSADO “…
    De acordo com VOCÊ, deve se manter fresca o SOFRIMENTO DO PASSADO?
    Não seria melhor expor, ao menos, um pouco das CONQUISTAS, REALIZAÇÕES, DIREITOS E DEVERES que ainda estão TENTANDO ALCANÇAR….???

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.