4 Comments

  1. 1

    Liliane

    O problema não é o lugar, o problema não é confiar em estranhos! O problema que o cara que é um filho da puta desgraçado… Parem de culpabilizar a vítima! Falaram o resportagem toda da vítima, mas apenas duas linhas sobre o homem que cometeu o crime, enquanto isso continuar assim esses crimes sempre irão acontecer, pois os homens não entendem que isso errado!

    Reply
  2. 2

    Jaqueline Alves de Moura

    Resiliência mental, Caminhos do Otimismo, R7, obrigada pelas dicas de segurança. Mas, no momento o assunto em alta é empoderamento feminino(termo que nasceu no mundo financeiro). Estamos numa época que a sociedade cobra dos homens a conta da violência contra mulheres. Essas dicas são válidas. Pena que não poder dar outras dicas de segurança pra aquelas mulheres que convivem com seus maridos por anos e são assassinadas ao tentar o divórcio, ou aquelas namoradas que são jogadas do quarto andar de um prédio durante as férias. Dicas pra mulheres que acordam num matagal com uma garrafa na vagina depois de pagar por uma “corrida” de certo aplicativo.

    Reply
  3. 3

    Gi

    E eis que a responsabilidade e culpa cai em cima da vítima.. Muito mais fácil né?! Pq seria muito complexo e trabalhoso ensinar aos homens a não agredir, a não se sentirem donos da parceira (mesmo sendo algo casual), não violentarem mulheres independente do local ou como se conheceram. Mais fácil mandar as mulheres ficarem trancadas em suas casas, não confiarem em ninguém e se fecharem pra possibilidade de amor. ‘Tá serto’ o artigo.. #sqn

    Reply
  4. 4

    Patricia Paz Veldink

    Por favor, dê dicas às mulheres que são casadas com o marido por anos e sofrem violência?
    Porque, certamente, essas mulheres que apanham dos companheiros os conhecem muuuuuito bem!
    Valeu pelo alerta mas o problema da violência contra a mulher é bem mais embaixo.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.